Recuperação de FlorestaThis is a featured page

Recuperação de Floresta - Meio Ambiente e SociedadeRecuperação de Floresta - Meio Ambiente e Sociedade
















Ou Reposição Florestal
tem como objetivo a reposição florestal é o da renovação dos recursos naturais como madeira, palmito, xaxim, plantas ornamentais e medicinais. A preocupação com a devastação das florestas não é recente no Brasil. O primeiro Código Florestal de 1934, já prévia a reposição ou recuperação de florestas por siderúrgicas e empresas de transporte que utilizam locomotivas e barcos a vapor, principalmente consumidores de lenha. Atualmente, os grandes usuários de madeira para fins comerciais, como indústria siderúrgica, ou de papel e celulose são obrigadas a manterem plantios próprios enquanto, os pequenos e médios consumidores (padarias, cerâmicas etc. Com consumo inferior a 12000 estérios/ano podem manter seus próprios plantios ou filiarem-se a associações de reposição florestal ou ainda recolherem a taxa de reposição para o IBAMA. Devem fazer a reposição florestal, todos que utilizam a lenha como combustível ou para a produção de carvão, ou toras para desdobramento e também os fabricantes de papel e celulose e os que praticam extrativismo florestal.

Benefícios :- A reposição florestal garante o suprimento da máteria-prima para os consumidores. Permite o aproveitamento de terras impróprias para a agricultura e a recuperação de matas ciliares e outras áreas degradadas por meio de plantio de essências nativas. Reduz problemas de erosão e o assoreamento de recursos de água, auamentando a disponibilidade dos recursos hídricos.

Participação das Associações:- A maior parte dos recursos financeiros das associações da reposição florestal destina-se à produção de floresta homogeneas, constituidas principalmente por eucalipto. A outra parte é aplicada na produção de mudas de essências nativas para a recuperação de áreas degradadas e de matas ciliares. As associações firmam contratos como os proprietários rurais. Os agricultores se comprometem a fornecer a terra, a mão de obra e realizar o plantio.

Supressão de Vegetação Nativa.
Qualquer atividade que envolva a supressão de vegetação nativa depende de autorização, seja qual for o tipo da vegetação (mata atlântica, floresta estacional, cerrado, floresta mista de araucária, campos naturais, vegetação de restinga, manguezais, e outras) em qualquer estágio de desenvolvimento (inicial, médio, avançado ou clímax).
Mesmo um simples bosqueamento (retirada da vegetação do sub-bosque da floresta) ou a exploração florestal sob regime de manejo sustentável, para retirada seletiva de exemplares comerciais (palmito, cipós, xaxim, espécies ornamentais, espécies medicinais, toras de madeira, etc) não podem ser realizados sem o amparo da licença do DEPRN. A pena pelo crime varia de 3 (três) meses a 1 (um) ano de detenção e multa de R$ 1.500,00 (mil e quinhentos reais) por hectare.





Ariana080
Ariana080
Latest page update: made by Ariana080 , Jun 9 2009, 11:58 AM EDT (about this update About This Update Ariana080 Edited by Ariana080


view changes

- complete history)
Keyword tags: None
More Info: links to this page
There are no threads for this page.  Be the first to start a new thread.